Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de maio de 2016

Livros para ler da noite para o dia!




Muitas pessoas reclamam que não têm tempo para se dedicar à leitura.

A verdade é que a correria do dia-a-dia e o excesso de cansaço e de obrigações muitas vezes podem ser um complicador.

Pensando nisso, o site Cultura Alternativa elaborou esta lista com dicas de livros agradáveis e com poucas páginas, que poderão ser lidos nos finais de semana ou com poucas horas.

Vejam:

Sinopse de A metamorfose: A metamorfose é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. O texto coloca o leitor diante do caixeiro-viajante Gregor Samsa, transformado em inseto monstruoso. A história é narrada com um realismo inesperado, que associa o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana.

Sinopse de A Revolução dos bichos: Nesta excelente fábula de crítica ao totalitarismo escrita pelo escritor britânico George Orwell em 1945, os animais tomam o poder em uma fazenda e estabelecem seus propósitos. “A Revolução dos Bichos” denuncia os caminhos distorcidos do poder ilimitado.

Sinopse de A hora da estrela: Entre a realidade e o delírio, “A Hora da Estrela” é um romance sobre o desamparo a que todos estamos entregues. A história começa quando uma moça do interior vem para a cidade grande em busca de seus sonhos, que acabam se misturando com a realidade.

Sinopse de Trocando Olhares: Florbela Espanca (1894-1930) foi uma poetisa portuguesa que ultrapassou as convenções literárias de seu tempo e transformou em poesia sua vida tumultuada e sofrida. Em seu poema À Memória de Florbela Espanca, escreve Fernando Pessoa: “Alma sonhadora, irmã gêmea da minha”. Florbela tinha exatamente a consciência de quais temáticas se adequavam aos livros que queria publicar.

Sinopse de O oceano no fim do caminho: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Para ler a lista completa acesse: Cultura Alternativa