Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Melhores livros dos anos 60


Clássicos maravilhosos dos anos 60.

O mais legal dessa lista, é que muitos clássicos do cinema foram inspirados em alguns livros daqui, como Poderoso Chefão, 2001: Uma Odisseia no Espaço, Laranja mecânica e outros.
Confira a lista de livros filmes dos anos 60 e caso queira adicionar algum, deixe nos comentários.

O Sol é Para Todos – Harper Lee
Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. O sol é para todos, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

Vidas sem Rumo – Susan E. Hinton
Ponyboy quer conquistar a garota dos seus sonhos e provar que pode entrar para a gangue de seu irmão mais velho: os greasers, que usam gel no cabelo, jaqueta de couro e canivete e estão sempre envolvidos em brigas nos terrenos baldios da cidade, sobretudo contra os socs — filhos de famílias ricas. Bandidos, delinquentes, marginais (outsiders) ou apenas jovens à procura de uma saída para uma vida sem futuro? Retrato forte e comovente do universo de sonho, revolta e violência da juventude americana dos anos 1960 e de todos os tempos, Vidas sem rumo é um best-seller mundial e um clássico transformado em filme pelo diretor americano Francis Ford Coppola

Um Estranho no Ninho – Ken Kesey
O livro relata a história de McMurphy, que é preso e, para fugir dos trabalhos da prisão, resolve fingir-se de louco. Enviado ao manicômio, McMurphy começa a viver uma triste e difícil realidade. Vale lembrar que essa história se tornou outro grande clássico nos cinemas, onde o papel principal foi interpretado com maestria por Jack Nicholson. O filme venceu 5 Oscars.

Matadouro 5 – Kurt Vonnegut
Matadouro 5, obra-prima do norte-americano Kurt Vonnegut, conta a tentativa de um ex-soldado americano que lutou na Segunda Guerra Mundial e que assistiu ao bombardeio da cidade de Dresden de escrever sobre a experiência da guerra. O personagem por ele criado, Billy Pilgrim, é um americano bem de vida e interiorano que viaja no tempo, para outros planetas, e revisita diversos momentos da sua própria vida – sendo o ponto crucial da sua existência o episódio em que foi feito prisioneiro durante a Segunda Guerra, quando vivenciou o bombardeio da cidade alemã, em que morreram 135 mil pessoas – o dobro de mortes causadas pela bomba de Hiroshima.

A Fantástica Fábrica de Chocolate – Roald Dahl
Ninguém sabia o que acontecia dentro daquela fábrica de chocolate. Havia gente trabalhando nela, claro, mas ninguém entrava e ninguém saía. Só saíam os doces e os chocolates, bem embrulhadinhos, prontos para serem vendidos. Um dia, os portões da fábrica se abriram para os cinco felizardos ganhadores do Cupom Dourado – e o mistério se desvendou. O leitor é convidado a conhecer o rio de chocolate, a grama de açúcar mentolado, os caramelos de cabelo e mil outras delícias – tudo isso na companhia do incrível Sr. Wonka, o dono da Fantástica Fábrica de Chocolate.