Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Os Conquistadores - Corrupção na colônia

Trama de romance de Marco Moretti traça paralelo entre as primeiras décadas após a descoberta do Brasil e o início da corrupção



Tema presente em todas as rodas de dicussão no Brasil, a corrupção não é assunto novo. Durante o século XVI, depois da chegada dos europeus ao novo mundo, florestas foram devastadas na extração do pau-brasil e na caça de animais exóticos para serem traficados. Escravos nativos eram capturados para serem utilizados como mão de obra. Esse é o cenário no qual se passa a trama de Os Conquistadores. Trata-se do segundo romance do jornalista e professor Marco Moretti, mestre em Comunicação Social pela USP.


Editado pela Novo Século, o livro chegou às livrarias no mês de outubro oferecendo aos leitores uma reflexão de que os males de hoje no Brasil começaram à época da conquista pelos europeus. A obra volta ao século XVI para mostrar os primórdios de problemas como a corrupção, a ambição dos poderosos, o descaso com as populações nativas, a imposição de uma cultura e uma religião estranha.

A trama principal relata a viagem de expedicionários pelos sertões do país em busca de um tesouro fictício, mas outras histórias se entrecruzam no caminho. Os Conquistadores é dividido em duas partes, combinando realidade e fantasia, com direito a um mistério que só é revelado na última página.