Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Manual do Roteiro


Sempre tive uma imaginação fértil para criar histórias e personagens, mas não me propus a escrever literatura de imediato. Também sempre fui um apaixonado por cinema. E, em 2008, quando finalmente decidi escrever, comecei pela linguagem cinematográfica. E o primeiro livro de roteiro que li foi Manual do Roteiro de Syd Field, que é um excelente guia de roteirização que ensina, de forma simples e prática, como roteirizar. Construção e criação de personagens, finais e inícios, apresentação, ponto de virada são alguns dos tópicos abordados para a criação de um bom roteiro. Agora vai a dica: meu primeiro livro, O Escritor, foi a adaptação de um roteiro meu, O Escritor. É isso mesmo! O que quero dizer é que a arte de roteirizar não vale apenas para o cinema, mas também para a literatura. Pelo menos na minha opnião é muito mais fácil transformar um roteiro para a linguagem literária - criando parágrafos a partir das descrições de cenas, aumentando os diálogos entre os personagens, ou seja, recheando o esqueleto das cenas mestres - que roteirizar um livro. Para aqueles que desejam se aprimorar na roteirização ou querem escrever literatura e não sabem por onde começar eu recomendo Manual do Roteiro de Syd Field, Editora Objetiva.