Pesquisar este blog

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Pequenas livrarias superam grandes redes e ressurgem em NY


Folha de S. Paulo - 26/04/2015 - Giuliana Vallone - O número de livrarias independentes nos EUA cresceu 27% desde 2009, chegando a 2.094 no ano passado. Se parece pouco comparado ao pico de cerca de 4.000 nos anos 1990, antes da invasão das grandes redes, como Barnes & Noble, Borders e Virgin, representa uma evolução importante sobre as 1.400 da última década. E essa não é a única boa notícia para os fãs dos livros de papel. As vendas em lojas também estão em alta: subiram cerca de 8% anualmente desde 2012. "Há uma percepção errada de que as livrarias independentes estão em perigo. Estamos em um ótimo momento", diz Jessica Bagnulo, proprietária da Greenlight, livraria aberta no Brooklyn, em 2009.